Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Grupo Barraqueiro com combustível para "mais um ou dois dias"

Caso greve dos motoristas de pesados de mercadorias se prolongar, empresa admite "suprimir serviços públicos de transportes".
Lusa 16 de Abril de 2019 às 16:41
Grupo Barraqueiro
Bomba de combustíveis
Grupo Barraqueiro
Bomba de combustíveis
Grupo Barraqueiro
Bomba de combustíveis

O Grupo Barraqueiro tem combustível para "mais um ou dois dias no máximo", mas, se a greve dos motoristas de pesados de mercadorias se prolongar, admite "suprimir serviços públicos de transportes", disse hoje fonte da empresa.

"Podemos suportar mais um ou dois dias no máximo", disse à Lusa o diretor com o pelouro da comunicação, Luís Cabaço Martins, adiantando que as empresas do grupo estão "sem ser abastecidas" desde segunda-feira, quando começou a greve.

O Grupo Barraqueiro "está muito preocupado com a situação" e, segundo Luís Cabaço Martins, "corre o risco de suprimir serviços públicos se a situação não for resolvida rapidamente".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)