Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Há um "problema de saldo" na Segurança Social

O secretário de Estado da Solidariedade e Segurança Social, Marco António Costa, admitiu esta quinta-feira, em Viana do Castelo, que há um "problema de saldo" na Segurança Social, mas sublinhou que a sustentabilidade do sistema "está, neste momento, garantida".
28 de Junho de 2012 às 19:05
Segurança Social, sustentabilidade, saldo, Marco António Costa, SS
Segurança Social, sustentabilidade, saldo, Marco António Costa, SS FOTO: Pedro Catarino / Correio da Manhã

"A sustentabilidade está, neste momento, garantida, não há razões para alarme. Nós não contribuímos para um debate alarmista na opinião pública nem na sociedade portuguesa", afirmou o governante, à margem de uma reunião de trabalho com as instituições particulares de solidariedade social do distrito de Viana do Castelo.

Marco António Costa disse que "é público" que a Segurança Social (SS) "tem perdido receitas contributivas", fruto do crescimento do desemprego, que acarreta também "uma pressão significativa" para as contas da SS, com o pagamento dos subsídios de desemprego.

"Quando há menos receita e mais despesa, há um problema de saldo. Isso não implica imediatamente o salto que está a ser dado, dizendo que está em causa a sustentabilidade da SS", acrescentou.

O secretário de Estado admitiu que "há matérias que merecem reflexão, estudos, análises", mas sublinhou que a prioridade do Governo neste momento é "chegar a todos os portugueses que precisam do apoio do Estado, encontrar soluções para ajudar essas pessoas".

Segurança Social sustentabilidade saldo Marco António Costa SS
Ver comentários