Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Hepatite B afecta 150 mil pessoas em Portugal

Estima-se que em Portugal cerca de 150 mil pessoas estejam infectadas com Hepatite B, revela um estudo epidemiológico feito por Ana Paula Mota, no âmbito de uma tese de doutoramento que será apresentada no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) da Universidade do Porto..
15 de Julho de 2010 às 15:23
Hepatite B afectará 150 mil
Hepatite B afectará 150 mil FOTO: Manuel Moreira

A  doença hepática é a quinta principal patologia em Portugal em termos de anos potenciais de vida perdidos aos 70 anos e é considerado um problema de saúde pública, dado que o vírus é altamente mutável e nenhum dos fármacos existentes no mercado é 100 % eficaz. No estudo que conduz a uma caracterização deste tipo de doentes, e que teve como amostra cerca de 400 pessoas do Norte do país, os homens são os mais afectados pela doença, apresentando problemas agravados da doença hepática relacionada com elevados consumos de álcool.

Embora a transmissão sexual continue a ser a principal causa de infecção, o estudo elaborado por Ana Paula Mota, demonstra que cerca de 40 % das mulheres contraíram o vírus pela via intrafamiliar, ou seja, através da partilha de objectos, como por exemplo, escovas de dentes, giletes ou outros utensílio que possuam resíduos de sangue. "O vírus da hepatite B apresenta uma durabilidade muito maior do que no HIV. Pode estar activo durante uma semana numa superfície", explica Ana Paula Mota.

.Apesar de desde o ano 2000, a vacinação para a hepatite B ter carácter obrigatório nos recém-nascidos, é necessário continuar a prevenção nas restantes faixas etárias, não esquecendo os fluxos migratórios como prováveis veículos de entrada não só de infecção como de novos genótipos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)