Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Homem espera 15 dias por funeral

Família recebeu ajuda de uma agência funerária.
Sofia Garcia 16 de Abril de 2017 às 01:30
Francisco Salvação apoiou Guida Domingos, que não tinha dinheiro para realizar o funeral do pai
Francisco Salvação apoiou Guida Domingos, que não tinha dinheiro para realizar o funeral do pai
Francisco Salvação apoiou Guida Domingos, que não tinha dinheiro para realizar o funeral do pai
Francisco Salvação apoiou Guida Domingos, que não tinha dinheiro para realizar o funeral do pai
Francisco Salvação apoiou Guida Domingos, que não tinha dinheiro para realizar o funeral do pai
Francisco Salvação apoiou Guida Domingos, que não tinha dinheiro para realizar o funeral do pai
O corpo de António Domingos esteve 15 dias encerrado numa morgue à espera de ser sepultado. Morreu no dia 22 de março e só foi enterrado a 6 de abril. A família, sem dinheiro para realizar o funeral, pediu ajuda à Segurança Social do Montijo e à Misericórdia local. Todos os pedidos sem sucesso. Valeu a generosidade de uma agência funerária local, que se ofereceu para resolver o assunto.

"Foi um calvário. Eu não queria deixar lá o meu pai, mas fui obrigada a fazê-lo por falta de dinheiro", contou ao CM Guida Domingos, filha de António, de 63 anos, que não resistiu a múltiplos AVC. Sem descontos para a Segurança Social e a receber uma reforma por deficiência, António Domingos não teve direito ao subsídio de funeral, deixando a filha com poucas alternativas.

Já sem esperança, Guida Domingos acabou por ser surpreendida com uma oferta da funerária Montijense. "Apareceu-me à porta, pediu-me os documentos do meu pai e ofereceu o funeral", recordou.

Francisco Salvação, proprietário da funerária Montijense, conta que não é a primeira vez que toma esta iniciativa e aponta o dedo às entidades competentes: "As pessoas merecem dignidade. A Segurança Social tem de dar respostas".

Ao Correio da Manhã, o provedor da Santa Casa da Misericórdia do Montijo, José Forte, lamentou não ter conseguido ajudar a família e justifica-se com a "falta de verbas". O CM contactou a Segurança Social, que, até ao fecho desta edição, não comentou.
António Domingos Segurança Social do Montijo Misericórdia Guida Domingos Montijense AVC Francisco Salvação
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)