Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Homem ficou fechado em supermercado de Braga

Ademar Lima publicou um vídeo que o mostra a percorrer a loja vazia.
J.C.M. 27 de Março de 2017 às 10:50
Ademar Lima conta que ficou fechado por duas horas no estabelecimento.
Chegou a hora de almoço e a loja do Minipreço fechou. Mas alguém ficou esquecido no interior. Aconteceu em Braga e o protagonista é Ademar Lima. Revoltado por não conseguir sair da loja, filmou-se a si próprio a percorrer os corredores vazios da loja, enquanto explica o que aconteceu.

O vídeo foi publicado na sexta feira no site Youtube e tem atraído milhares de visitas. Nele, Ademar revela que perdeu um compromisso por causa da situação e critica os funcionários que o deixaram esquecido. Entretanto, começam a ouvir-se alarmes, mas ninguém aparece. 

O homem diz no vídeo que ficou duas horas preso na loja, mas a informação prestada pela cadeia de lojas ao CM contradiz essa versão. Isto porque a loja em causa - que fica na rua São Vítor, em Braga, terá um período de fecho à hora de almoço de apenas uma hora.

Em resposta às perguntas do CM sobre o caso, o Minipreço confirma que o cliente ficou, acidentalmente preso na loja da rua São Vítor, em Braga, e lamenta o sucedido. Como justificação para o incidente, fonte da cadeia de lojas esclarece que o homem não terá sido avistado pelos funcionários que fizeram a ronda à loja antes de fechar, por estar numa zona entre filas de prateleiras quando foi feita a vistoria.

O Minipreço fez chegar ao CM a seguinte nota:

"Na sequência do incidente registado na loja Minipreço de Braga, sito na Rua de S. Vítor, 68/70 , o Minipreço assume a total responsabilidade pelo sucedido, lamentando profundamente os transtornos causados. Todos os procedimentos internos, que vigoram no nosso perímetro de mais de 620 lojas no território nacional, são rigorosos e abrangem um alargado conjunto de normas e regulamentos que privilegiam a segurança e o conforto de todos os nossos clientes e funcionários. Qualquer incidente que viole estes princípios é alvo de um rigoroso inquérito interno para que se corrijam e melhorem estes procedimentos, numa óptica de aperfeiçoamento contínuo do serviço que prestamos às famílias que diariamente depositam a sua confiança nas nossas lojas.

supermercado Ademar Lima vídeo
Ver comentários