Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Hospitais e clínicas CUF recusam-se a praticar eutanásia

Empresa partilhou decisão num comunicado enviado aos colaboradores.
14 de Fevereiro de 2020 às 13:01
Hospital CUF Descobertas
Hospital CUF Descobertas FOTO: Vítor Chi
Os hospitais e clínicas CUF vão recursar-se a fazer eutanásias caso a legalização ou despenalização da prática venha a ser aprovada pela Assembleia da República.

"A José de Mello Saúde considera a vida humana como o primeiro e o mais elevado de todos os valores prevalecendo sobre os interesses da Ciência e da Sociedade, considerando que nem tudo o que é tecnicamente possível é aceitável.", pode ler-se no comunicado da José de Mello Saúde (JMS) enviado aos colaboradores e a que o CM teve acesso.

O documento termina com a confirmação de que a CUF não vai aceitar a prática da eutanásia. "A José de Mello Saúde reafirma a sua clara oposição à despenalização da morte medicamente assistida", pode ler-se.

A despenalização da morte medicamente assistida vai ser votada dia 20 de fevereiro na Assembleia da República.
José de Mello Saúde Assembleia da República
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)