Sub-categorias

Notícia

Marcelo Rebelo de Sousa agradece "dedicação" dos bombeiros a Monchique

Presidente da República lembrou que época dos fogos ainda não terminou.
Por Lusa|11.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +
Marcelo Rebelo de Sousa lembra que época de fogos ainda não terminou

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, agradeceu este sábado em nome dos portugueses a "dedicação" dos operacionais que combateram durante "dias difíceis" o incêndio de Monchique e lembrou que a época de fogos ainda não terminou.

"Todos os portugueses acompanharam de perto ou de longe estes dias mais difíceis nas vossas vidas e pela minha boca vos agradecem aquilo que foi uma dedicação, se possível, mais exigente, mais complexa, mais difícil, mais extenuante, que foi a dos últimos dez dias", afirmou o chefe de Estado.

Marcelo Rebelo de Sousa dirigia-se assim aos operacionais que o aguardavam à chegada ao posto de comando da Proteção Civil, instalado no centro da vila de Monchique, no distrito de Faro.

Marcelo recusa "triunfalismos" injustificados em relação ao fogo de Monchique 

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, sublinhou que não é a ausência de vítimas mortais que traz "consolo" à população, recusando entrar em "triunfalismos" injustificados, em relação ao incêndio que deflagrou em Monchique, no Algarve.

"O que eu sugeriria humildemente era o seguinte: sem triunfalismos, que não se justificam, sem juízos negativos definitivos já, mas sim preocupações, desabafos e sugestões para o futuro. Vamos terminar esta batalha, esta guerra e esta época [de incêndios]", afirmou o chefe de Estado.

Marcelo Rebelo de Sousa respondia assim, à saída de um 'briefing' no posto de comando da Proteção Civil, instalado no centro da vila de Monchique, a alguns populares e um vereador da autarquia, que o questionaram sobre a apreciação feita na sexta-feira pelo Governo à operação de combate ao incêndio, além de se queixarem de falta de coordenação, de comunicações e de meios parados, por exemplo.


Marcelo propõe criação de comissão independente "permanente" na AR

Marcelo propôs a criação de uma "comissão independente permanente", sob alçada da Assembleia da República, para fazer a avaliação da época de incêndios e "ajudar" o Governo, o próprio chefe de Estado e instituições.

Marcelo Rebelo de Sousa fez esta proposta enquanto falava com populares, que lhe apresentaram, à saída de um 'briefing' no posto de comando da Proteção Civil, instalado no centro da vila de Monchique, diversas queixas relacionadas com a operação de combate ao incêndio naquele concelho do Algarve.

"[Esta comissão] ajuda o Governo, ajuda o Presidente da República e ajuda todas as instituições", afirmou.



pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!