Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Indemnização maior seria “voltar a ver”

Os doentes que perderam a visão após uma cirurgia no Hospital de Santa Maria receberam com reservas o anúncio da criação de uma comissão de acompanhamento do caso, realçando que a maior "indemnização seria voltarem a ver".
27 de Agosto de 2009 às 00:30
Walter Bom é um dos seis pacientes que perdeu a visão no Hospital de Santa Maria
Walter Bom é um dos seis pacientes que perdeu a visão no Hospital de Santa Maria

Sobre um eventual acordo de indemnização pelos danos causados, Américo Palhota, que permanece internado, diz que "os olhos não têm preço". "Se começasse a ver não queria indemnização nenhuma", garante. O paciente atribui a perda da visão de um olho a uma "injecção estragada", que não era Avastin, mas "um produto oncológico não oftalmológico". Já Walter Bom, que perdeu a visão dos dois olhos e também permanece internado no Santa Maria, questiona: "Será que já não há retoma e estão a dar o caso como perdido para falarem já das indemnizações?" "O que queríamos era que nos tratassem para recuperar a visão, que é o mais importante neste momento."

A comissão de acompanhamento é presidida pelo juiz-desembargador Eurico Reis. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)