Infarmed alerta para produtos ilegais que tratam disfunção erétil

Produtos foram detetados na alfândega e terão origem em vendas através da internet.
17.04.19
A Autoridade do Medicamento alertou esta quarta-feira os consumidores que os produtos Gold Max Blue e Gold Max Pink, para tratamento de disfunção erétil, são ilegais por não estar garantida a segurança e eficácia.

Num comunicado divulgado na sua página da internet, o Infarmed diz que os produtos foram detetados na alfândega e terão origem em vendas através da internet, não tendo sido detetados no circuito legal de venda de medicamentos.

"Após análise no laboratório do Infarmed, verificou-se que estes produtos contêm a substância ativa sildenafil, que se destina à melhoria do desempenho sexual", explica o Infarmed, acrescentando que não está garantida a sua qualidade, segurança e eficácia e, por isso, a utilização é proibida em Portugal.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!