Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Infecções respiratórias criam caos nas urgências

As infecções respiratórias graves, associadas à gripe, estão a deixar os serviços de Urgência dos dois hospitais algarvios, de Portimão e Faro, congestionados, o que está a obrigar a um tempo de espera, em alguns casos, entre 7 a 8 horas. Fonte do INEM confirmou ao CM que têm existido "algumas situações caóticas". O problema é idêntico noutros hospitais do País. O caso mais grave foi registado no Barreiro, onde foi necessário desviar doentes para Almada e Setúbal.
5 de Março de 2012 às 01:00
A maioria dos doentes que chegam à Urgência de Portimão são idosos com problemas respiratórios
A maioria dos doentes que chegam à Urgência de Portimão são idosos com problemas respiratórios FOTO: Direitos reservados

No Algarve, na última semana, a afluência aos hospitais tem sido mais elevada mas, segundo Pedro Quaresma, director do Serviço de Urgência do Hospital do Barlavento, "não pode ser considerada anormal". O mesmo responsável explicou ao CM que a razão para o "congestionamento pontual" está relacionado com "a maior percentagem de casos graves, que requerem mais atenção da parte do médico, e precisam de internamento".

Segundo lamentou ontem ao CM um utente das Urgências do Hospital do Barlavento, o tempo de espera "chega às 8 horas, em alguns casos, porque não há médicos suficientes para tanta gente". O director do Serviço de Urgência admite que "com os recursos humanos disponíveis se torne mais complicado dar a resposta adequada a cada doente". O CM apurou que a Urgência Pediátrica da unidade de Portimão sofreu também um "pico de afluência". No Hospital de Faro o cenário é semelhante. As doenças respiratórias, associadas ao surto de gripe que tem afectado, principalmente, idosos, tem lotado o serviço de Urgência. No entanto, segundo fonte da unidade hospitalar, "não representa uma situação anormal para esta altura do ano".

URGÊNCIAS SAÚDE INFECÇÕES GRIPE PORTIMÃO FARO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)