Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Periodontite, uma inflamação provocada por bactérias que ameaça os dentes

É provocada pela presença de bactérias na cavidade oral.
Cláudia Machado 10 de Junho de 2017 às 09:14
Dentista
O acompanhamento especializado por um médico dentista deve ser feito regularmente. A prevenção e a deteção precoce de problemas na cavidade oral ajudam a impedir complicações no futuro
O acompanhamento especializado por um médico dentista deve ser feito regularmente. A prevenção e a deteção precoce de problemas na cavidade oral ajudam a impedir complicações no futuro
Dentista
Dentista
O acompanhamento especializado por um médico dentista deve ser feito regularmente. A prevenção e a deteção precoce de problemas na cavidade oral ajudam a impedir complicações no futuro
O acompanhamento especializado por um médico dentista deve ser feito regularmente. A prevenção e a deteção precoce de problemas na cavidade oral ajudam a impedir complicações no futuro
Dentista
Dentista
O acompanhamento especializado por um médico dentista deve ser feito regularmente. A prevenção e a deteção precoce de problemas na cavidade oral ajudam a impedir complicações no futuro
O acompanhamento especializado por um médico dentista deve ser feito regularmente. A prevenção e a deteção precoce de problemas na cavidade oral ajudam a impedir complicações no futuro
Dentista
A saúde oral não depende apenas do estado em que os dentes se encontram e são tratados, mas também do que os rodeia. As gengivas são um dos seus alicerces e mantê-las saudáveis é essencial. Assim, os especialistas alertam para os sintomas da doença periodontal, que atinge os tecidos que rodeiam e suportam os dentes. Segundo a Organização Mundial de Saúde, este problema afeta cerca de metade da população adulta do Mundo.

"A gengiva inflamada pode levar a problemas mais graves e é causada pela presença de bactérias na boca", explica Susana Noronha, presidente da Sociedade Portuguesa de Periodontologia e Implantes. E esta é a primeira fase da doença periodontal: a gengivite. "Neste caso ainda há apenas a inflamação das gengivas e o fundamental é eliminar a placa bacteriana que está acumulada entre as gengivas e os dentes", refere a médica dentista.

Já "a periodontite é uma doença mais avançada em que, além da inflamação superficial da gengiva, também o osso é afetado", acrescenta Susana Noronha. Perante este problema, tem de ser combatida a placa bacteriana em profundidade, "mas é necessário fazer um alisamento radicular [técnica para remoção das bactérias] para eliminar a placa que está instalada nas raízes dos dentes". A periodontite pode obrigar ao recurso a cirurgia, num procedimento em que "se descola a gengiva para chegar à superfície da raiz do dente e proceder à limpeza".

Um dos principais sintomas deste problema e o mais precoce "é o sangramento das gengivas, que pode estar mascarado nos doentes que são fumadores porque têm tendência para sangrar menos", alerta a médica dentista. Os sintomas mais avançados passam pelos "dentes a tornarem-se mais compridos, com uma parte da raiz a ficar exposta com a perda progressiva do tecido". Por fim, e num estado mais grave da doença, pode começar a desenvolver-se a mobilidade dos dentes. Isto é, "os dentes começam a abanar e é um sinal de que perderam o seu suporte", conclui Susana Noronha.

Causas frequentes
Além da presença de bactérias, os fatores genéticos, o consumo de tabaco, a má higiene oral, a diabetes, stress e outras doenças, como a osteoporose, potenciam a periodontite.

Placa bacteriana
A placa bacteriana é composta por uma camada de cor amarelada que se forma na superfície dos dentes. Esta camada contém bactérias e toxinas. Se não for combatida, pode instalar-se nos dentes e infiltrar-se nas gengivas, causando problemas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)