Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Inspeção confirma médico do INEM na tourada

António Peças assinou parecer dos postos de socorro e o relatório de ocorrências entregue no final da corrida.
Sónia Trigueirão e João Saramago 11 de Janeiro de 2019 às 08:59
António Peças fotografado em tourada no dia em que recusou voar com o INEM
Médico cirurgião António Peças
Médico cirurgião António Peças
António Peças diz que ”é vítima de uma perseguição” por parte do INEM
António Peças fotografado em tourada no dia em que recusou voar com o INEM
Médico cirurgião António Peças
Médico cirurgião António Peças
António Peças diz que ”é vítima de uma perseguição” por parte do INEM
António Peças fotografado em tourada no dia em que recusou voar com o INEM
Médico cirurgião António Peças
Médico cirurgião António Peças
António Peças diz que ”é vítima de uma perseguição” por parte do INEM
A Inspeção-geral das Atividades Culturais (IGAC) disse ao CM que "é possível confirmar que o parecer a atestar as condições do postos de socorros e o relatório de ocorrências", referentes à tourada em Évora, de 29 de outubro de 2017, "foram subscritos" por António Peças.

O médico foi afastado do INEM por ter, alegadamente, simulado uma doença para não acompanhar um doente no helicóptero do INEM, ao mesmo tempo que estava na tourada.

O relatório de ocorrências é entregue no fim da tourada e, segundo apurou o CM, refere que, além do diretor da corrida, Marco Gomes, foram assistidos pela equipa médica dois elementos dos Forcados Amadores de Santarém. Fonte dos forcados contou que a fotografia, publicada no site Toureio.pt, em que aparece António Peças entre as barreiras da arena em Évora, corresponde ao terceiro touro da noite.

Entretanto, foram abertos processos de inquérito e disciplinares contra o médico pelo Ministério Público, Ordem dos Médicos e Inspeção-Geral das Atividades em Saúde.

O jornal Observador divulgou esta quinta-feira dois casos, de 2017, que o INEM terá investigado e em que António Peças terá, alegadamente, mostrado resistência em transportar doentes. Um dos doentes morreu.

O CM tentou contactar António Peças, mas não teve resposta.

Apenas seis clínicos no quadro do INEM
O INEM tem apenas seis médicos a trabalhar no quadro em todo o País, sendo necessária uma carreira para aliciar mais profissionais e uma especialização em emergência, defende o presidente do colégio de Emergência Médica da Ordem dos Médicos.

Em declarações à Lusa, Vítor Almeida recusou comentar o caso do médico António Peças, sublinhou apenas a elevada qualidade dos profissionais que trabalham para o INEM.

Partilhou mensagem polémica na internet
António Peças partilhou uma imagem na rede social Facebook logo depois de o caso ter sido tornado público em que se pode ler: "Falam mal de mim por trás, ficam na posição perfeita...".

A publicação conta com centenas de comentários, sobretudo críticas à atitude do médico.

SAIBA MAIS
16
16 milhões é o valor anual que a Associação Anti-Touradas estima que as câmaras municipais gastem em apoios a eventos tauromáquicos.

Primeira tourada
A primeira referência a uma atividade taurina em Portugal data de 1258, nas Inquirições de D. Afonso III, em que se refere que D. Sancho II (1209-1248), o quarto rei de Portugal, alanceou touros no Campo das Almoínhas, em Lamego. Alancear touros significava matar touros com uma lança.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)