Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Menos tempo entre inoculações e mais doses de reforço: As novidades na vacinação da Covid-19

Recuperados passam também a fazer parte da dose de reforço. Conheça as principais mudanças anunciadas pela DGS.
Correio da Manhã 18 de Novembro de 2021 às 18:19
Vacinação contra a Covid-19
Vacinação contra a Covid-19
Vacina Janseen
Retomada ainda este mês a vacinação dos maiores de 65 anos
Vacinação em Portugal
Vacinação contra a Covid-19
Vacinação contra a Covid-19
Vacina Janseen
Retomada ainda este mês a vacinação dos maiores de 65 anos
Vacinação em Portugal
Vacinação contra a Covid-19
Vacinação contra a Covid-19
Vacina Janseen
Retomada ainda este mês a vacinação dos maiores de 65 anos
Vacinação em Portugal

A Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas e o Vice-Presidente do INFARMED António Faria Vaz fizeram esta quinta-feira, em conferência de imprensa, um ponto de situação na vacinação contra a Covid-19 e contra a gripe em Portugal. 

Graça Freitas começou por relembrar que "a pandemia ainda não acabou, nem em Portugal, nem no mundo". Assim sendo, existem três grandes novidades no que diz respeito à dose de reforço acessível para população com mais de 65 anos, para profissionais de saúde e para os bombeiros que transportam doentes.

O intervalo entre a última dose e a dose de reforço da vacina contra a Covid-19 para as pessoas elegíveis passa a ser entre o "mínimo" de cinco meses e o "ideal" de seis meses. "Encurtamos o intervalo para que as pessoas se possam vacinar mais depressa, antes de entrarmos no período do inverno", vincou Graça Freitas. 

Para além disso, os recuperados passam também a fazer parte da população elegível para a dose de reforço, com exceção dos que já levaram duas doses da vacina contra a Covid-19. 

A Diretora-Geral da Saúde explicou ainda que as pessoas vacinadas com a Janseen vão fazer reforço da dose única. Contudo, o reforço terá de ser feito com recurso à vacina da Moderna ou da Pfizer, 90 dias depois da última inoculação. Neste caso, pessoas com mais de 18 anos podem levar a dose de reforço. 

"Com a vacinação da Janseen temos mais um milhão de pessoas ficam elegíveis para a dose de reforço", anunciou Graça Freitas. 

"O inverno, volto a dizer é sempre uma estação agressiva para a nossa saúde, quer pelo frio, quer para a nossa saúde. Estamos a fazer este apelo ao reforço porque a proteção vai decaindo ao longo do tempo. Esta dose de reforço é para que no inverno volte a haver uma subida da dose de anticorpos. Queremos que as pessoas se disponham a vir ao processo de vacinação", reforçou. 

A Diretora-Geral da Saúde disse ainda que as pessoas que, neste momento, morrem em Portugal por Covid-19 "são cidadãos com 80 ou mais anos de idade, com uma carga de doença muito grande. A maior parte está vacinada". 

"Quero aqui deixar bem claro para manterem a confiança nas vacinas. Nós sempre, sempre dissemos que não sabíamos quanto tempo durava a proteção das vacinas contra a Covid-19", reforçou Graça Freitas lembrando que também a vacina do tétano tem prazos na nossa vida.

Graça Freitas afirmou também que até à data "mais de 600 mil pessoas já levaram a dose de reforço e mais de um milhão já levou a vacina da gripe" e a coadministrarão desta duas vacinas "é recomendável". 

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
INFARMED Direção-Geral da Saúde Covid-19 Gripe saúde epidemias vacinação vacinas
Ver comentários