Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

IPMA diz que interdição da pesca da sardinha protege o setor

O dirigente do IPMA acredita é possível recuperar o 'stock' de sardinha.
28 de Outubro de 2014 às 18:18
Caixa de sardinhas na lota
Caixa de sardinhas na lota FOTO: CMTV

O presidente do Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA) salientou esta terça-feira que a interdição da pesca da sardinha é feita para proteger o setor e disse que "quem fecha os olhos à realidade" extingue os recursos.

"A paragem é feita seguramente para proteger o 'stock'. Temos um longo caminho a percorrer para passar das 100 mil toneladas para as 400 ou 500 mil [toneladas de sardinha disponível] que era aquilo que era razoável que houvesse", afirmou Jorge Miranda durante uma audição parlamentar na Comissão de Agricultura e Mar.

O cientista lembrou ainda os ensinamentos da experiência internacional: "Todos os países que fazem gestão de 'stock' conseguem manter os seus 'stocks' num nível equilibrado (...).Todos os países que fecham os olhos à realidade e deixam explorar até ao fim o recurso enquanto ele existe acabam por ficar sem nenhum recurso e é isso que queremos evitar". "Pensem no seguinte: o 'stock' nunca esteve tão baixo", disse Jorge Miranda aos deputados, para explicar que qualquer que seja o modelo usado para avaliar a disponibilidade de sardinha, os resultados são os mesmos: "está a subir lentamente, a mortalidade está a descer razoavelmente depressa", mas o 'stock' ainda não recuperou.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)