Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Irmã de aluna agride docente

Suspeita puxou os cabelos à professora e ameaçou-a com cadeira e monitor de PC.
3 de Outubro de 2014 às 08:20
Agressões ocorreram no gabinete da coordenadora do estabelecimento de ensino da Guarda
Agressões ocorreram no gabinete da coordenadora do estabelecimento de ensino da Guarda FOTO: Nuno André Ferreira

A coordenadora da Escola Básica Carolina Beatriz Ângelo, na Guarda, foi agredida anteontem à tarde no próprio gabinete pela irmã de uma aluna. A mulher, de 20 anos, puxou os cabelos a Teresa Correia e ameaçou atacá-la com uma cadeira. Um ato de descontrolo evitado pela própria mãe, que a tentou acalmar.

Os maus-tratos que a aluna de 14 anos, a frequentar o 7º ano de escolaridade, alegou que sofria motivaram a visita à escola de três familiares. A encarregada de educação quis falar com a diretora de turma, mas como esta não estava disponível, a coordenadora dispôs-se a atendê-las no gabinete. Os ânimos exaltaram-se e Teresa Correia, de 52 anos, foi agredida e ameaçada pela irmã da estudante. As duas familiares impediram-na que atacasse a docente com uma cadeira ou atirasse um monitor, no qual tinha pegado.

"Entraram ordeiras e não adivinhávamos o que iria acontecer", admite o diretor do Agrupamento de Escolas da Sé, David Gonçalves, para quem os três elementos da família da estudante já são conhecidos por conflitos passados. "Nunca impedimos, até agora, que outros membros da família acompanhassem os pais, mas vamos ter de alterar as regras de acesso ao recinto", admite o responsável. Quando a PSP chegou à escola, as mulheres já tinham abandonado o local. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)