Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

ISCE Douro em Penafiel suspendeu aulas presenciais por duas semanas devido ao coronavírus

Naquele estabelecimento de ensino superior privado estudam cerca de 250 alunos.
Lusa 10 de Março de 2020 às 12:51
Coronavírus
Coronavírus FOTO: Reuters
O Instituto Superior de Ciência Educativas (ISCE) Douro, sediado em Penafiel, decidiu suspender as aulas presenciais durante duas semanas, no âmbito das medidas preventivas do novo coronavírus, foi esta terça-feira anunciado.

Em comunicado, refere-se que a decisão decorre das "diretrizes da Direção Geral de Saúde (DGS)e por forma a atuar preventivamente no que ao bem-estar dos seus estudantes diz respeito".

Naquele estabelecimento de ensino superior privado estudam cerca de 250 alunos.

A medida vai vigorar até 23 de março e, até essa data, o ISCE Douro, "aproveitando a sua capacidade tecnológica instalada, irá apenas ministrar aulas à distância, bem como as respetivas tutorias".

No comunicado assinala-se não se ter "conhecimento de qualquer caso de contaminação no seio da comunidade académica do ISCE Douro com o Covid-19", mas recorda-se que "a propagação tem tido especial impacto na região do Tâmega e Sousa [Lousada e Felgueiras]".

"Esta medida tem como principal objetivo garantir a segurança de toda a comunidade académica do ISCE Douro e tem efeitos imediatos", conclui o instituto na nota informativa.

A epidemia de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.000 mortos.

Cerca de 114 mil pessoas foram infetadas em mais de uma centena de países, e mais de 63 mil recuperaram.

Nos últimos dias, a Itália tornou-se o caso mais grave de epidemia fora da China, com 463 mortos e mais de 9.100 contaminados pelo novo coronavírus, que pode causar infeções respiratórias como pneumonia.

A quarentena imposta pelo governo italiano ao Norte do país foi alargada hoje a toda a Itália.

Portugal regista 39 casos confirmados de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

A DGS comunicou também que em Portugal se atingiu um total de 339 casos suspeitos desde o início da epidemia, 67 dos quais ainda a aguardar resultados laboratoriais.

Face ao aumento de casos, o Governo ordenou a suspensão temporária de visitas em hospitais, lares e estabelecimentos prisionais na região Norte.

Foram também encerrados alguns estabelecimentos de ensino, sobretudo no Norte do país, assim como ginásios, bibliotecas, piscinas e cinemas.

Os residentes nos concelhos Felgueiras e Lousada, do distrito do Porto, foram aconselhados a evitar deslocações desnecessárias.

APM // JAP

Lusa/fim

Penafiel ISCE Douro Instituto Superior de Ciência Educativas DGS Covid-19 Lousada Felgueiras
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)