Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Justiça lenta atrasa julgamento de médicos acusados de homicídio por negligência em Leiria

Marisa Nunes morreu após ter feito uma TAC, em 2017. Investigação demorou três anos.
João Nuno Pepino 27 de Dezembro de 2021 às 01:30
Conteúdo exclusivo para Assinantes Assine já Se já é assinante faça LOGIN
Exclusivos
Justiça lenta atrasa julgamento de médicos acusados de homicídio por negligência em Leiria
Depois de três anos à espera da dedução do despacho de acusação, a família de Marisa Nunes, a mulher de Fazendas de Almeirim que morreu na sequência de um exame médico de rotina, volta a bater de frente com a lentidão da Justiça e está revoltada. Desta feita, o julgamento no tribunal de Leiria ainda não tem data marcada, quase um ano após o Ministério Público (MP) ter acusado os três médicos do Centro Hospitalar São Francisco (CHSF) que a assistiram de homicídio por negligência.



Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas

Clube CM+ Conheça todas as vantagens e produtos exclusivos para os assinantes do Correio da Manhã

Leve os miúdos ao cinema com o CM+! Temos convites para a antestreia de MÚMIAS

Ver Mais

AÇORES: Guia para conhecer o que Portugal tem de mais autêntico. Atividades, gastronomia, trilhos e natureza, produtos típicos e locais para relaxar. Faça download e Boas Descobe

Ver Mais

MADEIRA: Guia para conhecer o que Portugal tem de mais autêntico. Atividades, gastronomia, trilhos e natureza, produtos típicos e locais para relaxar. Faça download e Boas Descobe

Ver Mais

Pontuação em Português: um livro simples, direto e prático. Para nunca mais errarmos nas vírgulas. Portes incluídos.

Ver Mais
C-Studio