Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Lagoa de Óbidos sofre intervenção de emergência

Câmaras das Caldas da Rainha e de Óbidos repuseram ligação da lagoa ao mar.
23 de Abril de 2015 às 11:55
O fecho da ligação da lagoa ao mar coloca em risco as espécies e a subsistência de cerca de uma centena de pescadores e mariscadores
O fecho da ligação da lagoa ao mar coloca em risco as espécies e a subsistência de cerca de uma centena de pescadores e mariscadores FOTO: Carlos Barroso
A ligação da lagoa de Óbidos ao mar, fechada há uma semana devido ao assoreamento, foi reposta às 10h30 desta quinta-feira, numa intervenção de emergência efetuada pelas câmaras das Caldas da Rainha e Óbidos.

A retirada de areia para rasgar um canal de ligação entre a Lagoa de Óbidos e o mar foi realizada desde terça-feira, por iniciativa das duas câmaras. "O pico da maré aconteceu às 06h00 da manhã e pensávamos que às 09h00 a água da lagoa já tivesse força para empurrar sedimentos e abrir o canal, mas, perante a força do mar, houve necessidade de atrasar hora e meia a abertura do canal", explicou à agência Lusa o presidente da Câmara de Óbidos, Humberto Marques.

O fecho da ligação da lagoa ao mar, a denominada "aberta" da Foz do Arelho, aconteceu a 15 de abril devido ao elevado assoreamento que forma bancos de areia e impede a entrada de água do mar. 

Sem água do mar a lagoa perde oxigenação, colocando em risco as espécies e a subsistência de cerca de uma centena de pescadores e mariscadores que se dedicam à pesca de bivalves. Este foi o segundo fecho da aberta registado no prazo de um mês, depois de em março a Agência Portuguesa de Ambiente (APA) ter realizado uma intervenção de emergência para repor o canal.
Óbidos Caldas da Rainha Lagoa de Óbidos mar intervenção emergência
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)