Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Lares da União das Misericórdias Portuguesas recusam devolver verba do Governo

Em novembro, face à indignação das famílias, o Governo já clarificara que as Misericórdias não podiam reter os bónus.
Correio da Manhã 9 de Dezembro de 2022 às 09:35
Apoio extraordinário em causa
Apoio extraordinário em causa FOTO: iStockphoto
A União das Misericórdias Portuguesas (UMP) entende que os lares sob a sua tutela não devem restituir aos idosos o apoio extraordinário pago pelo Governo aos reformados e pensionistas.

A posição, ontem divulgada pelo ‘Público’, dá conta da rota de colisão entre o presidente da UMP, Manuel Lemos, e as orientações do Governo, colocando-se ao lado dos provedores.

Em novembro, face à indignação das famílias, o Governo já clarificara que as Misericórdias não podiam reter os bónus. A secretária de Estado para a Inclusão, Ana Sofia Martins, reafirma o entendimento. 

União das Misericórdias Portuguesas UMP Governo Misericórdias questões sociais
Ver comentários
C-Studio