Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Multidão junta-se a empresários da restauração em greve de fome há cinco dias. Veja as imagens

Em dia de recolher obrigatório às 13h00, dezenas de pessoas juntam-se aos empresários como forma de protesto.
1 de Dezembro de 2020 às 13:17
Multidão junta-se a empresários da restauração em greve de fome em dia de recolher obrigatório
Empresários da restauração em greve de fome à frente da Assembleia da República
Empresários da restauração em greve de fome em frente à Assembleia da República
Multidão junta-se a empresários da restauração em greve de fome em dia de recolher obrigatório
Empresários da restauração em greve de fome à frente da Assembleia da República
Empresários da restauração em greve de fome em frente à Assembleia da República
Multidão junta-se a empresários da restauração em greve de fome em dia de recolher obrigatório
Empresários da restauração em greve de fome à frente da Assembleia da República
Empresários da restauração em greve de fome em frente à Assembleia da República
Os empresários da restauração que estão há cinco dias em greve de fome continuam, esta terça-feira, em frente à Assembleia da República, em Lisboa, como forma de protesto. 

Em dia de recolher obrigatório às 13h00, começam a chegar várias pessoas ao local onde se encontram os empresários.

Ricardo Tavares, um dos empresários em greve de fome, confirma que pediram às pessoas que se juntassem à manifestação às 15h00 deste feriado mas às 12h45 já se avistavam dezenas de pessoas.  

"Tenho ideia que hoje vêm todos para a rua", afirma Ricardo.

"Estamos muito debilitados, já não sentimos propriamente fome, temos dificuldade em estar de pé", afirma o empresário que defende que gostavam de ajudar o Governo a ajudar a restauração.
multidão recolher obrigatório empresários multidão ljubomir stanisic protesto
Ver comentários