Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Loures vai ter um novo hospital em 2012

O novo hospital de Loures, ontem apresentado, deverá abrir portas no primeiro trimestre de 2012 e irá servir 272 mil habitantes dos concelhos de Odivelas, Sobral de Monte Agraço e de algumas freguesias dos concelhos de Loures e Mafra.
12 de Setembro de 2009 às 00:30
As populações da Região Norte de Lisboa poderão ser tratadas no novo hospital dentro de dois anos
As populações da Região Norte de Lisboa poderão ser tratadas no novo hospital dentro de dois anos FOTO: direitos reservados

O futuro hospital representa um investimento de 135 milhões de euros na construção e manutenção. É uma unidade do Serviço Nacional de Saúde e irá funcionar como parceria público-privada, em que a gestão clínica é do consórcio Espírito Santo Saúde.

A maioria das especialidades médicas será assegurada, como Oncologia, Doenças Infecciosas, Cardiologia, Pediatria, Psiquiatria e Medicina Interna. As valências cirúrgicas previstas são: Cirurgia Geral, Plástica e Reconstrutiva, Angiologia e Cirurgia Vascular, Oftalmologia, Obstetrícia/Ginecologia, Otorrino, Urologia e outras. Os doentes terão acesso a vários exames, como TAC, ressonância magnética e patologia clínica.

O presidente da Câmara de Loures, Carlos Teixeira, considerou a apresentação do hospital como "um momento histórico, com a população a reivindicá-lo desde 1920". A ministra da Saúde, Ana Jorge, afirmou que o Estado vai fiscalizar a actividade do hospital, para evitar erros na gestão, referindo-se aos que ocorreram no Amadora-Sintra. Disse ainda que gostaria que a nova unidade de Saúde tivesse o nome de uma mulher. Por seu turno, o bastonário dos médicos, Pedro Nunes, disse ao CM que o hospital é o que tem "maior prioridade a ser construído dado o aumento populacional".

APONTAMENTOS

424 CAMAS

A unidade irá ter 424 camas de internamento, oito salas de bloco operatório, Urgências (Geral, Obstétrica/Ginecológica e Pediátrica) e hospital de dia.

CONSULTAS

A unidade terá capacidade para 24 mil interna-mentos por ano, 245 mil consultas externas e 126 mil atendimentos em Urgência.

FREGUESIAS

Algumas freguesias de Loures e Mafra não estão na área de referência devido às acessibilidades rodoviárias e para não prejudicar as populações.

Ver comentários