Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Macau investe milhões no Sado

Serão construídos dois hotéis de luxo e uma marina.
João Saramago 8 de Julho de 2016 às 08:29
Frente ribeirinha de Setúbal irá ser alvo de uma transformação profunda com negócio de 150 milhões de euros
Frente ribeirinha de Setúbal irá ser alvo de uma transformação profunda com negócio de 150 milhões de euros FOTO: DR
A Câmara Municipal de Setúbal assinou, ontem, em Macau, um memorando de entendimento com investidores da região administrativa especial chinesa que prevê a construção de uma marina e dois hotéis de luxo, na área onde hoje se localiza a Doca de Recreio.

O projeto prevê também a construção de um edifício com sessenta apartamentos, um ‘yacht club’, uma estação de embarque para Troia, um equipamento cultural e a criação de novas instalações do Clube Naval Setubalense. Vocacionado para o turismo, o plano implica a criação de mil a três mil postos de trabalho, num investimento inicial de 150 milhões de euros.

A iniciativa é da responsabilidade da Macau Legend Development, empresa cotada na bolsa de valores de Hong Kong. O presidente executivo, David Chow, não avançou qual o valor total estimado para ser investido em Setúbal.

Se o Governo português "der mais terra, podemos investir mais", referiu David Chow. "Estamos abertos até 500 milhões de euros, depende", frisou. Para os empresários chineses, o valor total está também dependente da altura máxima permitida para os edifícios.

A presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira, salientou que a operação configura "uma transformação profunda no uso da zona ribeirinha". Para além da aposta na área do turismo em Setúbal, o grupo chinês pretende também entrar na estrutura acionista do casino Tróia, em Grândola.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)