Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Madeira sistematiza ações de vigilância e promoção da saúde nas escolas

Medidas destinam-se a todo o sistema educativo.
Lusa 26 de Junho de 2018 às 18:53
Sala de aula
Professor
Sala de aula
Sala de aula
Professor
Sala de aula
Sala de aula
Professor
Sala de aula
O Governo da Madeira vai generalizar e sistematizar as ações de vigilância e promoção da saúde nas escolas da região autónoma, abrangendo um universo total de cerca de 35 mil alunos, informou esta terça-feira o executivo.

"Educar para a saúde e pela saúde parece-nos ser um aspeto fundamental, por forma a contribuir para que a nossa população, neste caso os nossos alunos, possam crescer com práticas saudáveis e com acesso aos diferentes mecanismos e soluções que o sistema apresenta", disse o secretário Regional da Educação, Jorge Carvalho, após a assinatura de um protocolo com a Secretaria Regional da Saúde.

As duas entidades pretendem sistematizar práticas ao nível da sensibilização dos encarregados de educação e dos órgãos de gestão das escolas, bem como garantir a vigilância da saúde e a intervenção médica no meio estudantil.

As ações destinam-se a todo o sistema educativo, do pré-escolar ao ensino secundário, abrangendo um total de 35 mil alunos, e vão complementar os programas específicos já em vigor, como o da Saúde Oral, que está vocacionado para os 9 mil alunos do 1.º ciclo do Ensino Básico.

"Este protocolo permite que duas áreas que consideramos fundamentais - a educação e a saúde - possam estar mais próximas", disse Jorge Carvalho, vincando a importância das ações de sensibilização, sobretudo tendo em conta a má formação que afeta ainda um "número significativo" de encarregados de educação.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)