Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Mãe e filha perdem voo após serem barradas pelo SEF no aeroporto de Lisboa

Passageiras iam viajar para o Brasil para cumprir uma ordem judicial.
David Monteiro e Nelson Rodrigues 4 de Agosto de 2021 às 08:53
A carregar o vídeo ...
Mãe e filha perdem voo após serem barradas pelo SEF no aeroporto de Lisboa
Mona Lisa Araújo e a filha, de 11 anos, foram retidas pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), no dia 21 de julho, no aeroporto de Lisboa, quando iam viajar para o Brasil para cumprir uma ordem judicial.

Apesar de terem um documento judicial, o SEF alegou que a menor estava dada como desaparecida desde 2018.

Com a demora no processo, perderam o voo e as bagagens desapareceram. “Ficámos em choque com a situação. Íamos cumprir uma decisão do tribunal e regularizar os documentos da minha filha. Perdemos o voo e as malas”, conta Mona Lisa Araújo.

Ao CM o SEF confirmou a situação e refere que estava obrigado a adotar todas as medidas para assegurar a proteção e o bem-estar da menor.

SEF Serviço de Estrangeiros e Fronteiras Lisa Araújo Lisboa Brasil Mona questões sociais autoridades
Ver comentários