Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Mais 119 camas até final do ano

A rede de cuidados paliativos terá mais 119 lugares para doentes até final do ano, duplicando desta forma a actual capacidade para 237 lugares. O Hospital Nossa Senhora do Rosário, no Barreiro, inaugurou ontem a sua Unidade de Cuidados Paliativos, a primeira da península de Setúbal.
28 de Abril de 2010 às 00:30
Ana Jorge inaugurou ontem a primeira Unidade de Cuidados Paliativos da península de Setúbal
Ana Jorge inaugurou ontem a primeira Unidade de Cuidados Paliativos da península de Setúbal FOTO: Andre Kosters/Lusa

"Tínhamos a funcionar 118 camas e vamos passar para o dobro no final do ano", revelou a ministra da Saúde, Ana Jorge, explicando que estas unidades deverão estar em permanente articulação com quem decide as altas médicas: "Pretendemos que sirvam para equilibrar os doentes, ver a medicação necessária e, em alguns casos, enviá-los para casa com o apoio das equipas de apoio domiciliário que também têm formação em cuidados paliativos."

Em 2010, perto de mil profissionais receberão formação específica na área, 456 em dor crónica e 537 em cuidados paliativos, práticas médicas que visam diminuir o sofrimento dos doentes terminais. "Iremos dar formação em todo o País de forma a que as pessoas estejam aptas para dar todo o apoio necessário aos doentes", disse Inês Guerreiro, coordenadora nacional dos Serviços de Cuidados Continuados Integrados.

A nova unidade do Hospital do Barreiro começou a receber doentes na quinta-feira e tem disponíveis para já dez camas, sendo que o número deverá ser aumentado em breve.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)