Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Mulher entre os 30-39 anos morreu vítima de Covid-19. Obesidade agravou estado de saúde

Há mais oito mortos em Portugal e 204 novos infetados com a doença.
Correio da Manhã 31 de Julho de 2020 às 13:56
Coronavírus
Coronavírus FOTO: EPA
Mais oito vítimas mortais e 204 novos casos são os números das últimas 24 horas, segundo o boletim epidemiológico da DGS desta sexta-feira.

De acordo com o documento, desde o início da pandemia até hoje registam-se 51072 casos de infeção confirmados e 1735 mortes. 

Há atualmente 381 pessoas internadas, um número que diminui. O número de doentes em unidades de cuidados intensivos diminuiu nas últimas 24 horas para 41, (na véspera eram 42). 

O número de pessoas recuperadas é agora de 36483, mais 343 em relação a quinta-feira. Há 1650 pessoas a aguardar resultado laboratorial.

Ainda de referir que Lisboa e Vale do Tejo registou 128 dos 204 casos (69% do total de novos casos em Portugal). Foi nesta região que se verificaram as oito mortes por covid-19 registadas nas últimas 24 horas.

Os sintomas mais comuns (registados em 90% dos casos confirmados) são a tosse (35%), a febre (28%), as dores musculares (21%) e a cefaleia (20%). A estes sintomas seguem-se a fraqueza generalizada (14%) e a dificuldade respiratória (10%).

Inquérito Serológico Nacional revela que Portugal está ainda longe da imunidade de grupo
De acordo com o Inquérito Serológico Nacional, Portugal ainda está longe da imunidade de grupo com 2,9% da população com anticorpos à Covid-19. Os homens são os que mais anticorpos têm face às mulheres. 

Relativamente à percentagem de infetados assintomáticos, essa é de 44%. 

A seroprevalência é baixa, pelo que se recomenda que sejam mantidas todas as medidas de proteção coletiva. 

Mulher entre os 30-39 anos morreu vítima de Covid-19

Uma das vítimas mortais de Covid-19 das últimas 24 horas em Portugal foi uma mulher com idade compreendida entre os 30 e 39 anos. 

De acordo com Graça Freitas, a tinha patologia de obesidade associada o que agravou o seu estado de saúde. 

A Diretora-Geral da Saúde alertou ainda para o aumento de casos de coronavírus em pessoas mais jovens. 

SNS vai dúplicar capacidade de testagem
A ministra da Saúde, Marta Temido, revelou que está em curso um reforço na capacidade de testagem àCovid-19 no Serviço Nacional de Saúde, em preparação já para o período de inverno.

Segundo revelou Marta Temido, o SNS vai duplicar o número de testes diários que atualmente tem capacidade para fazer, de 12 mil para perto de 24 mil testes por dia.

Taxa de transmissibilidade do coronavírus em Portugal tem vindo a descer
Na conferência de imprensa de acompanhamento da pandemia, Marta Temido afirmou que entre 23 e 27 julho, o índice de transmissão da doença, o chamado Rt, foi estimado em 0,94, podendo situar-se numa amplitude entre 0,93 e 0,96.

"O número de novos casos a cada geração da doença [capacidade média de cada nova infeção gerar novos casos] está num decréscimo paulatino a nível nacional", indicou a ministra.

Dois milhões de vacinas para a gripe
Questionada sobre uma eventual segunda vaga da pandemia de Covid-19 poder coincidir com o período de pico da gripe sazonal, e de que forma o SNS está preparado para responder também a esta doença, Marta Temido anunciou que o SNS reforçou o stock atualmente disponível com a compra de mais de dois milhões de vacinas para a gripe sazonal.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
DGS Mortos Pessoas Infetadas Doentes Recuperados Casos Suspeitos saúde epidemias e pragas covid-19 coronavírus
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)