Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Mais de 35% dos casais criam conflitos devido a dinheiro

Quase dois terços dos inquiridos refe que "deixaram de sair ou de se divertir".
28 de Outubro de 2014 às 10:38
Questionário realizado por projeto de investigação do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra
Questionário realizado por projeto de investigação do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra FOTO: Getty Images

Um questionário realizado por um projeto de investigação do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra mostra que mais de 35% dos casais com filhos criam conflitos em torno de questões financeiras.


Cerca de 80% refere que a crise afetou "significativamente" o orçamento familiar, tendo quase dois terços dos inquiridos referido que "deixaram de sair ou de se divertir" e mais de 25% "procura mais vezes o médico por problemas emocionais, de ansiedade ou insónias", disse à agência Lusa Lina Coelho, coordenadora do projeto 'FINFAM - Finanças, Género e Poder: como estão as famílias portuguesas a gerir as suas finanças no contexto da crise?'.


O projeto, que apenas se centra em casais com filhos, conclui também que 50% das famílias "tiveram que recorrer às poupanças para despesa corrente", tendo 27,5% dos inquiridos referido que "a crise os levou a endividarem-se".


Dos que se endividaram, cerca de metade recorreu ao banco e metade à família, tendo havido também o recurso de famílias aos dois meios, explica Lina Coelho.

O projeto FINFAM, que começou em 2013 e termina em 2015, reúne uma equipa transdisciplinar de sociólogos, economistas, psicólogos e uma jurista.

casais conflito dinheiro
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)