Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Marcha contra restrições reúne centenas de negacionistas da Covid-19 nas ruas de Lisboa

Entre 500 e 700 pessoas, segundo a polícia desfilaram pelas ruas de Lisboa para protestar contra as restrições para travar a Covid-19.
Lusa 15 de Maio de 2021 às 17:33
Marcha contra restrições sanitárias reúne centenas nas ruas de Lisboa
Marcha contra restrições sanitárias reúne centenas nas ruas de Lisboa
Marcha contra restrições sanitárias reúne centenas nas ruas de Lisboa
Marcha contra restrições sanitárias reúne centenas nas ruas de Lisboa
Marcha contra restrições sanitárias reúne centenas nas ruas de Lisboa
Marcha contra restrições sanitárias reúne centenas nas ruas de Lisboa
Marcha contra restrições sanitárias reúne centenas nas ruas de Lisboa
Marcha contra restrições sanitárias reúne centenas nas ruas de Lisboa
Marcha contra restrições sanitárias reúne centenas nas ruas de Lisboa
Marcha contra restrições sanitárias reúne centenas nas ruas de Lisboa
Marcha contra restrições sanitárias reúne centenas nas ruas de Lisboa
Marcha contra restrições sanitárias reúne centenas nas ruas de Lisboa
Marcha contra restrições sanitárias reúne centenas nas ruas de Lisboa
Marcha contra restrições sanitárias reúne centenas nas ruas de Lisboa
Marcha contra restrições sanitárias reúne centenas nas ruas de Lisboa
Entre 500 e 700 pessoas, segundo a polícia, e entre 3.000 a 4.000, segundo a organização, estão a desfilar este sábado pelas ruas de Lisboa para protestar contra as restrições impostas pelo Governo para tentar travar a pandemia de Covid-19.

A concentração começou às 15h30 no alto do Parque Eduardo VII, em Lisboa, com mensagens e músicas críticas às restrições e, seguidamente, os participantes na marcha começaram a descer em direção ao Marques de Pombal, percorrendo, neste momento, a Avenida da Liberdade.

A marcha, feita sob a palavra de ordem "Ditadura não, Liberdade sim", na qual poucas ou nenhumas são as pessoas que utilizam máscaras e que respeitam o distanciamento físico, terminará no Terreiro do Paço, com a intervenção de sete oradores.

A polícia está a enquadrar a manifestação que, nesta altura, ocupa as duas faixas da Avenida da Liberdade onde são dezenas os cartazes empunhados com palavras de ordem como "A vida começa onde o medo acaba", "Sim à verdade, liberta-te!" ou "Tenho direito a escolher os riscos que quero correr".

A iniciativa, idêntica à realizada em 20 de março passado, é promovida pela World Wide Demonstration - Rally For Freedom, e conta com a participação das organizações não-governamentais Somos Humanidade, Defender Portugal e Habeas Corpus.

Um dos organizadores disse à agência Lusa que "a iniciativa é ou parte de ativistas da paz", que "são pacifistas, mas não passivos", sublinhando esperar que não haja incidentes de "outro tipo de movimentos que cavalguem a marcha".

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários