Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Saiba o que são as microalgas que têm invadido as praias algarvias

Praias foram interditas a banhos devido à presença destes organismos.
18 de Junho de 2019 às 19:35
Microalgas nas praias algarvias
Maré vermelha no Algarve
Maré vermelha na Quarteira
Maré vermelha fecha praias no Algarve
Maré vermelha fecha praias no Algarve
Microalgas nas praias algarvias
Maré vermelha no Algarve
Maré vermelha na Quarteira
Maré vermelha fecha praias no Algarve
Maré vermelha fecha praias no Algarve
Microalgas nas praias algarvias
Maré vermelha no Algarve
Maré vermelha na Quarteira
Maré vermelha fecha praias no Algarve
Maré vermelha fecha praias no Algarve
Desde este domingo que as praias algarvias foram invadidas por uma 'maré vermelha' de microalgas. Mas o que são estes organismos? O Instituto Português do Mar e da Atmosfera emitiu esta terça-feira um comunicado onde explica o que são estas microalgas. 

De acordo com o IPMA, o aparecimento da maré vermelha na zona de Faro e Praia da Falésia é devido à presença em concentrações elevadas de Lingulodinium polyedrum, um dinoflagelado (microalga) eventualmente produtor de iessotoxinas (biotoxinas marinhas).

Segundo o comunicado, "não se conhecem intoxicações em humanos devido ao consumo de moluscos contaminados com esta biotoxina".

"Em condições menos favoráveis esta microalga forma quistos resistentes que se depositam nos sedimentos", explica o IPMA. Quando estes quistos se encontram em zonas favoráveis, como é o caso das águas do Algarve com temperaturas elevadas, germinam formando esta proliferação. 

Apesar desta espécie de quistos serem presença regular nas águas portuguesas, a quantidade com que surgiram nos últimos dias não é comum.

As amostras regulares de bivalves para a pesquisa de biotoxinas marinhas estão a ser por isso intensificadas e analisadas. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)