Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Máscaras contra gripe A esgotadas

A corrida às máscaras para evitar contágios pelo vírus H1N1 já se faz sentir. Algumas das farmácias do País percorridas pelo CM, em Lisboa, Porto, Faro e Leiria esgotaram o stock deste produto, comercializado em embalagens de três unidades, a 10 euros.
10 de Julho de 2009 às 00:30
O ritmo de produção aumentou desde que o número de infectados com o vírus H1N1 disparou
O ritmo de produção aumentou desde que o número de infectados com o vírus H1N1 disparou FOTO: Romeo Ranoco/Reuters

Segundo os responsáveis da Ospiquer, empresa distribuidora de máscaras, se o ritmo da procura se mantiver até Outubro – altura em que o director-geral da Saúde, Francisco George, prevê que 25% da população portuguesa esteja infectada –, não será possível dar resposta à procura.

A marca tem duas mil máscaras para entrega imediata, mas são esperadas mais cinco mil unidades na próxima semana, uma vez que o ritmo de produção tem vindo a aumentar, desde que o número de casos disparou.

10 CASOS EM 24 HORAS

Em Portugal, o número de doentes continua a aumentar a um ritmo assustador. Em apenas 24 horas registou-se mais dez casos, havendo agora 71 pessoas infectadas pelo vírus H1N1. Espanha registou a sua segunda morte devido à gripe A.

Entretanto, o Ministério da Justiça (MJ) activou um plano de contingência que engloba os tribunais, cadeias, conservatórias, serviços de reinserção social e PJ, e constituiu um grupo de trabalho, com a colaboração da Direcção-Geral da Saúde (DGS), para definir prioridades em termos de vacinação. Segundo apurou o CM, o secretário de Estado adjunto e da Justiça, Conde Rodrigues, reuniu-se ontem de manhã com todos os dirigentes dos organismos tutelados pelo MJ e foi instituído um ponto de contacto em cada um dos organismos, sobretudo naqueles que estão em contacto com o público. Foi ainda enviada informação aos 23 mil funcionários sobre os procedimentos a adoptar.

Por outro lado, desde Maio que todos os reclusos que entraram nas cadeias portuguesas foram monitorizados.

APONTAMENTOS

DOENTES EM CASA

A ministra da Saúde, Ana Jorge, afirma que 92 por cento das pessoas que contraírem a gripe A não precisarão de ficar internadas em hospitais, já que poderão ser atendidas e observadas em casa.

VACINA TESTADA

A vacina contra a gripe A (H1N1) poderá ser testada no início de Agosto e distribuída, em grande escala, em Outubro nos Estados Unidos. Segundo a ministra Ana Jorge, quando Portugal tiver vacinas, a distribuição será feita com base em critérios de equidade.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)