Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Matemática foi “equilibrada”

Os alunos do 6º ano que ontem fizeram a prova de aferição de Matemática na EB 2,3 Marquesa de Alorna, em Lisboa, consideraram, na maioria, que o teste "não foi difícil".
21 de Maio de 2008 às 00:30
Desta vez a disciplina mais temida não assustou os estudantes
Desta vez a disciplina mais temida não assustou os estudantes FOTO: Ricardo Reis

Ao CM, Pedro F. e Ruben Jesus, de 12 anos, queixaram-se de 'perguntas com rasteiras', mas acabaram por achar a prova de aferição 'mais fácil' do que os testes ao longo do ano. Dividiu-se em duas partes de 50 minutos, com intervalo, e não conta para a nota dos mais de 230 mil alunos dos 4.º e 6.º anos que a fizeram.

Pelos docentes, Rita Bastos, presidente da Associação de Professores de Matemática, descreveu ao CM a prova do 4º ano como 'interessante e equilibrada, sem cair no facilitismo'.

Já a do 6º ano foi também descrita pela mesma docente como 'interessante', mas com 'perguntas a exigir raciocínio elaborado', o que tornou o teste 'não acessível ao ensino tradicional', exigindo uma 'competência superior'.

Ao contrário da associação de docentes, a Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM) louva a opção pelas provas, mas entende que 'ficam aquém do necessário', desde logo por a nota não contar.

Considerando a prova deste ano 'mais directa' do que a anterior, a SPM criticou, em especial, o 'elevado número de questões elementares' e 'vícios pedagógicos'.

DECLARAÇÕES

'ESTAVA A ESPERA QUE FOSSE ASSIM' - Ana Salvado, 11 anos, Cast. Branco

'Correu bem. Estudei mais matéria do que aquela que saiu. Também estava à espera que a prova fosse mais ou menos assim, a avaliar pelas dos anos anteriores, pois nas aulas os testes são realmente mais difíceis. '

'TESTES DE PROFESSORES SÃO MAIS DIFÍCIEIS' - João Simões, 11 anos, Cast. Branco

'Espero ter uma boa nota. Saiu menos matéria do que aquela de que estava à espera. Não saiu estatística, nem percentagens. Os testes dos professores são um pouco mais difíceis do que foi esta prova.'

 

Ver comentários