Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Médicos contratam

Uma médica assistente de clínica geral e um chefe de serviços financeiros da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) criaram a More Care, uma empresa de trabalho temporário que contrata médicos para trabalharem em unidades do Serviço Nacional de Saúde (SNS). A ministra da Saúde, Ana Jorge, afirmou ontem que vai investigar o caso.
27 de Junho de 2009 às 00:30
Empresa de trabalho temporário contrata médicos
Empresa de trabalho temporário contrata médicos FOTO: direitos reservados

A médica e o responsável financeiro, ambos da ULSBA, que integra dois hospitais e seis centros de saúde, criaram em 2008 a More Care para recrutar médicos para suprir as carências do SNS.

Segundo o CM apurou, a empresa, em Beja, forneceu médicos para os centros de saúde de Odemira, Alcácer do Sal e Torres Vedras. Prepara-se para expandir o negócio para todo o País, incluindo ilhas.

A médica pediu licença sem vencimento de longa duração, concedida em Janeiro, e o responsável financeiro está ao serviço.

O caso foi denunciado ontem no Parlamento pelo deputado João Semedo, do Bloco de Esquerda: "Há promiscuidade no negócio. Pior, o Estado autoriza licenças e depois paga a contratação de médicos."

Nos últimos anos, o Governo autorizou a ‘fuga’ de centenas de médicos do SNS para o privado. Em 2008, desembolsou 14,5 milhões de euros às empresas que contratam médicos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)