Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Médicos criticam mudança

Reformulação na urgência psiquiátrica leva a "falhas e fuga de doentes", alertam os médicos.
27 de Agosto de 2013 às 01:00
Urgência psiquiátricas vão ficar concentradas em Lisboa
Urgência psiquiátricas vão ficar concentradas em Lisboa FOTO: João Cortesão

A centralização da urgência de psiquiatria da zona sul, em período noturno, apenas no Hospital de Santa Maria (HSM) ou no Hospital de São José (HSJ), ambos em Lisboa, preocupa os sindicatos de médicos, que denunciam a elevada probabilidade de falhas clínicas naqueles hospitais, bem como de fuga dos doentes mentais.

Ao CM, também o bastonário da Ordem dos Médicos, José Manuel Silva, não poupa críticas à reformulação, que se inicia no dia 2 de setembro. O responsável sugere a demissão do presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo. Com esta mudança, o HSJ abarcará doentes de Tomar e Santarém até ao Alentejo, incluindo a área dos hospitais Garcia de Orta, Barreiro e Setúbal.

O Sindicato dos Médicos da Zona Sul (SMZS) refere que as unidades de saúde não têm capacidade de resposta. "O Hospital de Santa Maria conta com dois médicos sem apoio de enfermeiros ou de sala de observações de psiquiatria de urgência. No São José, a sala de observações tem apenas oito camas, com poucas condições. Esta urgência conta apenas com dois enfermeiros", explica o SMZS.

Para os médicos, "o excesso de doentes, muitos deles agitados, num pequeno espaço, sem camas para os deitar, vai levar a falhas clínicas, bem como a situações de comportamentos de agressividade". A política economicista inerente à reformulação da urgência do Serviço Nacional de Saúde "não tem em conta a especificidade do atendimento psiquiátrico de urgência". "Despreza os doentes e não tem em conta as condições mínimas", acrescenta o Sindicato dos Médicos.

Médicos bastonário urgência doentes médicos José Manuel Silva
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)