Médicos de Coimbra operaram 14 crianças sírias refugiadas na Jordânia

As cirurgias decorreram no âmbito de uma missão humanitária em Amã, na Jordânia.
Por Lusa|29.05.17
  • partilhe
  • 3
  • +
Uma equipa do Centro de Cirurgia Cardiotorácica (CCC) do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) operou, com sucesso, 14 crianças refugiadas da Síria, no âmbito de uma missão humanitária em Amã, na Jordânia.

Dirigida para o "tratamento da patologia cardíaca congénita" em crianças sírias refugiadas em território jordano, a missão cirúrgica humanitária, liderada pelo cirurgião cardiotorácico e diretor do CCC do CHUC, Manuel Antunes, foi desenvolvida, entre os dias 20 e 28, "sob os auspícios da Châine de l´Espoir [Cadeia da Esperança] francesa e da União Europeia".

A missão "correu muito bem", disse esta segunda-feira, aos jornalistas, Manuel Antunes, referindo que dos 14 casos intervencionados, numa unidade de saúde privada de Amã, dois deles eram "mais delicados", pois estavam em causa duas crianças com patologia cardíaca congénita com idades inferiores a dois anos e muito pouco peso, que "corriam risco de vida".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!