Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Menina muda de comportamento e deixa de falar de um dia para o outro e é diagnosticada com doença rara

O diagnóstico assustou os pais: síndrome de Landau-Kleffner, uma doença rara que afecta apenas três crianças em Portugal
28 de Fevereiro de 2019 às 18:04
Menina
Rapariga
Menina
Rapariga
Menina
Rapariga

No verão de 2015 a vida de Catarina Martins e dos pais mudou radicalmente. De repente, a menina meiga e comunicativa tornou-se violenta. "Começou a fazer birras agressivas, tentávamos falar com ela, mas ela não nos ouvia", recorda a mãe, Rute Martins, à SÁBADO. Os pais tentaram explicar o comportamento da filha com o mês de férias que a família tinha passado em Paredes de Coura, em Viana do Castelo. Talvez a atenção mimara a menina, pensaram.

Mas as birras tornaram-se diárias e as noites complicaram-se. "Ela não conseguia descansar. Adormecia às 21h e acordava às 2h da manhã sem sono, a pedir para ver televisão." Também deixou de fazer as sestas à tarde, que até dormia na escola. "Lutava muito contra o sono."

O eletroencefalograma e uma ressonância magnética que fez depois confirmaram as suspeitas do neuropediatra José Carlos Ferreira: síndrome de Landau-Kleffner. Um tipo de epilepsia rara que afeta o cérebro durante a noite.

Landau-Kleffner Catarina Martins Rute Martins Viana do Castelo Paredes de Coura José Carlos Ferreira
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)