Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Menor testosterona relacionada com "intuição feminina"

Na investigação participaram universidades espanholas e britânicas.
26 de Fevereiro de 2014 às 12:34
Menor exposição pré-natal das mulheres à testosterona no ventre materno predisporia as mulheres a adotar pensamentos mais intuitivos
Menor exposição pré-natal das mulheres à testosterona no ventre materno predisporia as mulheres a adotar pensamentos mais intuitivos FOTO: Getty Images

Um estudo universitário em que participaram universidades espanholas e britânicas revelou que a chamada "intuição feminina" pode ter uma componente biológica relacionada com a menor exposição pré-natal das mulheres à testosterona no ventre materno.

Segundo esta investigação – que contou com a participação de investigadores da Universidade de Granada, da Universidade Pompeu Fabra, de Barcelona, e da Middlesex University, de Londres –, essa menor exposição predisporia as mulheres a adotar durante as suas vidas pensamentos "mais intuitivos e menos reflexivos" do que os homens.

De acordo com outros estudos, a exposição pré-natal à testosterona, uma hormona produzida em maior quantidade pelos homens, tem efeitos sobre a organização cerebral e determina, em certa medida, padrões e tendências de comportamento ao longo da vida dos indivíduos, incluindo os seres humanos.

Os homens recebem maior quantidade de testosterona pré-natal, algo que, segundo os cientistas, influencia a adoção de comportamentos mais arriscados e menos empáticos do que as mulheres.

O pensamento intuitivo pode-se definir como aquele que se processa de forma automática e inconsciente e que, portanto, requer pouco esforço cognitivo, enquanto o pensamento reflexivo requer uma análise consciente e maior esforço cognitivo.

Estudo universitário testosterona intuição feminina investigação universidades Espanha
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)