Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Mercúrio à frente do sol por 7 horas

Chuva poderá atrapalhar observação de fenómeno raro.
Cláudia Machado 9 de Maio de 2016 às 02:58
Nuvens poderão dificultar a visualização de Mercúrio entre as 12h13 e as 19h41
Nuvens poderão dificultar a visualização de Mercúrio entre as 12h13 e as 19h41 FOTO: David Martins
O planeta Mercúrio passa hoje à frente do sol, um fenómeno raro que será visível apenas com recurso a um telescópio. O trânsito tem início às 12h13 e termina às 19h41. Ou seja, dura cerca de sete horas. Mas as previsões de mau tempo para todo o País poderão impedir os portugueses de observar o astro.

"Temos planos para instalar três telescópios junto à Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa a partir do meio--dia, mas não o poderemos fazer se estiver a chover", explicou ao CM Rui Agostinho, diretor do Observatório Astronómico de Lisboa. Se o mau tempo interferir na observação, o fenómeno só voltará a ser visto "em novembro de 2019".

"Mercúrio passa todos os anos três vezes entre a Terra e o sol, mas é raro passar à frente. A última vez foi em 2006 e não foi visível em Portugal", acrescenta Rui Agostinho.

O trânsito não pode ser observado através dos filtros solares usados para eclipses porque Mercúrio, o planeta que está mais próximo do sol, não tem dimensões suficientes.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)