Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Miguel Macedo exige desculpas de associaçao da GNR

O ministro afirmou que a manifestação, promovida pela APG em março de 2012, "descambou em cenas inaceitáveis"
28 de Maio de 2013 às 17:00

O ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, disse esta terça-feira que só recebe a Associação dos Profissionais da Guarda (APG) quando esta pedir desculpas ao comando-geral da GNR pelos comportamentos adotados na manifestação do ano passado.

Na Comissão Parlamentar dos Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, o deputado socialista Pita Ameixa afirmou que a APG queixou-se de "dificuldades no exercício das funções socioprofissionais".

Em resposta, Miguel Macedo afirmou que "enquanto essa associação não pedir desculpa à GNR não será recebida pelo secretário de Estado".

O ministro afirmou que a manifestação, promovida pela APG em março de 2012, "descambou em cenas inaceitáveis" e houve "até cidadãos que se queixarem" do comportamento de alguns militares.

A 1 de março de 2012, a APG realizou uma manifestação e, junto ao Ministério da Administração Interna (MAI), os ânimos dos cerca de mil militares que participaram no protesto exaltaram-se e gritando "invasão, invasão" tentaram invadir o MAI, tendo derrubado o cordão policial que estava montado no meio do Terreiro do Paço, levando a um reforço da PSP.

Na altura, Miguel Macedo pediu à Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) para apurar o que se passou.

miguel macedo gnr desculpas manifestação ministro apg
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)