Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

“Ministro da Saúde está a ser mal informado”

Maria José Alves, Directora do Serviço de Obstetrícia da Maternidade Alfredo da Costa sobre decisão de fechar a unidade.
16 de Abril de 2012 às 01:00
maternidade, alfredo da costa, fecho, ministro, saúde, lisboa
maternidade, alfredo da costa, fecho, ministro, saúde, lisboa

Correio da Manhã – Como rebate os argumentos do Governo para fechar a MAC?

Maria José Alves – É evidente que as maternidades têm de mudar e ter outros serviços. Em Paris, foi inaugurada em Fevereiro a maternidade de Port Royal--St. Vincent de Paul, programada para seis mil partos por ano.

Integraram apenas serviços de cirurgia e reanimação. Pelos vistos, os franceses não acham antiquada a ideia de uma grande maternidade.

– O Governo afirma que os partos de risco já eram feitos no Hospital D. Estefânia...

– Não é verdade, nunca o foi. Cerca de 60% dos partos feitos na MAC são gravidezes de risco. O ministro [da Saúde, Paulo Macedo] está a ser mal informado e por isso gostaríamos de chegar a ele para o poder esclarecer.

– E os argumentos financeiros de que haverá duplicação de serviços se a MAC não fechar?

– O Governo fala no investimento de milhões no Hospital São Francisco Xavier, mas essa foi uma decisão mal orientada, porque antes de se investir é preciso saber se há uma equipa disposta a trabalhar em serviço público. Não queremos desbaratar o esforço financeiro, mas não se pode colmatar um erro com outro erro. Provavelmente, as instalações do São Francisco Xavier podem ser usadas para outras valências. E na MAC também se investiu 11 milhões de euros desde 2006 em obras.

– Teme que o fecho da MAC provoque desemprego?

– Sim. Quando a tutela afirma que as equipas vão ser deslocadas para outras instituições, está a falar nos médicos. Mas as equipas são também enfermeiros, técnicos e assistentes operacionais. Muitos iriam para o desemprego com o desmantelamento das equipas.

maternidade alfredo da costa fecho ministro saúde lisboa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)