Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Misericórdia de Boliqueime abre inquérito após "negligência grave" na assistência a idosa

Idosa de 86 anos acabou por morrer um mês depois deste episódio.
Lusa 22 de Setembro de 2022 às 11:49
 Idosa coberta de formigas
Idosa coberta de formigas
A Santa Casa da Misericórdia de Boliqueime, em Loulé, abriu um inquérito para apurar responsabilidades a um alegado caso de "negligência grave" no tratamento de uma idosa confiada aos cuidados daquela instituição algarvia.

Em comunicado publicado na quarta-feira na rede social Facebook, a instituição particular de solidariedade social precisou que o "inquérito de natureza disciplinar" foi determinado depois de ter tido conhecimento de um vídeo partilhado nas redes sociais a denunciar o caso.

Segundo revelou o Correio da Manhã, o vídeo, que terá sido feito no passado mês de julho, mostra uma mulher, com 86 anos, deitada numa cama com dezenas de formigas em várias partes do corpo.

O mesmo jornal mencionou que a idosa acabou por morrer um mês depois deste episódio.

"Tendo tido conhecimento a semana passada, que algum ou alguns dos seus colaboradores não garantiram o cuidado adequado a uma utente, (...) determinou a instauração de um inquérito(...) para apurar quem é ou são os responsáveis por esta situação inadmissível e será implacável na punição", lê-se no documento.

No texto, a Santa Casa da Misericórdia de Boliqueime adianta ter apresentado uma queixa-crime contra a autora da publicação do vídeo, face aos termos "insultuosos e acusações infundadas".

A agência Lusa tentou contactar a provedora da Santa Casa da Misericórdia de Boliqueime, tendo sido informada que a mesma estava indisponível por se "encontrar em reunião da direção". 

Ver comentários