Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Missas difíceis de entender (COM VÍDEO)

A simplificação da linguagem usada nas missas é um dos "grandes desafios" da Igreja Católica, disse ontem em Fátima o presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, D. José Policarpo, já que "a maior parte das pessoas não percebe o que ouve".

21 de Junho de 2012 às 01:00
BISPO, CARDEAL, MISSAS, D. JOSÉ POLICARPO
BISPO, CARDEAL, MISSAS, D. JOSÉ POLICARPO FOTO: Rui Miguel Pedrosa

"Temos grandes progressos a fazer, sobretudo nas homilias de domingo, que não têm em conta nem a mensagem nem o destinatário", explicou D. José Policarpo, defendendo ainda que "a nossa língua é difícil para proclamar em público", por "comermos as sílabas".

Destacando a importância da reforma litúrgica introduzida pelo Concílio Vaticano II, em análise nas jornadas pastorais que decorrem esta semana, lembrou que "antes lia-se em latim e estava tudo resolvido, agora há uma sintonia com a comunidade".

Quanto à actualidade da mensagem, criticou o "pressuposto de que a Igreja tem de mudar ao ritmo das mudanças do Mundo", afirmando que "a Igreja tem uma mensagem perene e acredita nela".

BISPO CARDEAL MISSAS D. JOSÉ POLICARPO
Ver comentários