Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Mito desfeito? Estudo mostra que homens que bebem cerveja têm risco reduzido de disfunção erétil

Nova investigação revela que consumo moderado da bebida tem efeitos positivos na potência sexual.
Correio da Manhã 20 de Novembro de 2021 às 19:11
Cerveja
Cerveja FOTO: Direitos Reservados

Um estudo da Universidade Médica de Anhui, na China vem desmistificar a ideia de que o consumo de bebidas alcoólicas, particularmente a cerveja, tem um efeito nocivo na potência sexual masculina. Os investigadores vão mesmo mais longe e garante quem os homens que bebem cerveja, de forma regular e moderada, têm 28% menos risco de sofrer de disfunção erétil, quando comparado com quem não bebe qualquer bebida alcoólica.

Segundo os autores do estudo, que acaba de ser publicado no Urologia Internationalis, a cerveja aumenta os níveis de óxido nítrico no organismo, substância que ajuda a dilatar os vasos sanguíneos, aumentando a circulação de sangue e promovendo ereções mais fortes e duradouras.

O estudo envolveu mais de 210 mil homens e avaliou o impacto do consumo de cerveja nas relações sexuais.

Segundo a investigação, o consumo ‘ideal’ para obter os referidos benefícios é de 14 unidades por semana, ou seja, cerca de seis a nove copos de cerveja (ou seja, aproximadamente uma por dia).

Universidade Médica de Anhui China saúde investigação médica educação universidades