Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Monjas da Cartuxa na 'Escada do Céu' em Évora

Quatro monges cartuxos que viviam no Convento vão mudar-se para Espanha.
Francisca Genésio 9 de Outubro de 2019 às 08:25
Monjas Cartuxas com um dos monges que vai partir, e o Arcebispo de Évora, D. Francisco Senra Coelho
Cerimónia de despedida dos monges da cartucha, em Évora
Cerimónia de despedida dos monges da cartucha, em Évora
Cerimónia de despedida dos monges da cartucha, em Évora
Cerimónia de despedida dos monges da cartucha, em Évora
Cerimónia de despedida dos monges da cartucha, em Évora
Monjas Cartuxas com um dos monges que vai partir, e o Arcebispo de Évora, D. Francisco Senra Coelho
Cerimónia de despedida dos monges da cartucha, em Évora
Cerimónia de despedida dos monges da cartucha, em Évora
Cerimónia de despedida dos monges da cartucha, em Évora
Cerimónia de despedida dos monges da cartucha, em Évora
Cerimónia de despedida dos monges da cartucha, em Évora
Monjas Cartuxas com um dos monges que vai partir, e o Arcebispo de Évora, D. Francisco Senra Coelho
Cerimónia de despedida dos monges da cartucha, em Évora
Cerimónia de despedida dos monges da cartucha, em Évora
Cerimónia de despedida dos monges da cartucha, em Évora
Cerimónia de despedida dos monges da cartucha, em Évora
Cerimónia de despedida dos monges da cartucha, em Évora
O Convento da Cartuxa Scala Coeli (Escada do Céu) em Évora, vai passar a ser ocupado por monjas do Instituto das Servidoras do Senhor e da Virgem de Matará.

Os quatro monges - dois octogenários e outros dois nonagenários -, que aí viviam vão mudar-se para outro mosteiro, em Barcelona, Espanha, devido à idade e à falta de vocações.

As monjas da congregação feminina, ligada à Família Religiosa do Verbo Encarnado, vão agora ocupar o convento, mas ainda não há data.

O edifício será alvo de obras para "rever as celas e cuidar de alguns pormenores, pois a Cartuxa vai passar agora a ser para senhoras", adianta o arcebispo de Évora, D. Francisco Senra Coelho.

Entre as alterações está a criação de uma hospedaria para as pessoas "passarem dias com elas, rezarem, fazerem silêncio, fazerem a experiência da peregrinação interior, tentar descobrir a beleza do amor de Deus, de fazerem, assim, também, vida monástica por alguns dias", refere o arcebispo de Évora, que admite estar "muito contente" com o facto de a Santa Sé ter aceitado a transformação da Cartuxa numa "comunidade monástica feminina".

D. Francisco Senra ainda não sabe o número exato das monjas que virão para o Convento, mas, pela informação que dispõe, "nunca serão menos de sete".

A despedida dos religiosos decorreu esta terça-feira, na Igreja renascentista da Cartuxa, com abertura da clausura a todos fiéis, por volta das 18h30. A cerimónia foi presidida pelo arcebispo de Évora, D. Francisco Senra Coelho.

Saiba mais
França
A Ordem dos Cartuxos (Ordo Cartusiensis) foi fundada em França,em 1084, por São Bruno, com seis companheiros. Situava-se em Saint-Pierre de Chartreuse.

1587
Primeiro mosteiro da Ordem em Portugal foi fundado pelo Arcebispo de Évora, D. Teotónio de Bragança. O claustro, com 98 metros em cada corredor, é o maior de Portugal.

Clausura
Esta ordem religiosa é conhecida como aquela que professa maior austeridade no modo de vida dos seus membros. Monges e monjas vivem em clausura e silêncio, numa vida de oração.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)