Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Morre após engolir luva de borracha

Família de jovem com trissomia 21 acusa centro de reabilitação de negligência.
26 de Fevereiro de 2014 às 09:16
Carla chora morte de Cláudio
Carla chora morte de Cláudio FOTO: DR

Um jovem de 18 anos, portador de trissomia 21, morreu sufocado após engolir uma luva de látex, no Funchal, Madeira. A vítima vivia no Centro de Reabilitação Psicopedagógica da Sagrada Família e a família acusa a instituição de negligência.

O caso ocorreu no sábado passado. Cláudio Santos ainda foi transportado ao hospital do Funchal mas entrou em coma e morreu. "O médico disse-me que ele tinha uma luva de borracha junto aos pulmões", recordou ao CM a mãe, Ana Nascimento. "Quem trabalha nestas instituições sabe que qualquer coisa que seja colocada à vista deles é negligência pura", acusa a irmã Carla Nascimento, que ameaça avançar para tribunal.

O CM contactou a direção da instituição que confirmou o caso mas disse "não ter condições para esclarecimentos". O funeral de Cláudio realizou-se ontem.

 

trissomia luva morte sufocado Madeira Funchal negligência
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)