Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Morre a rezar o terço

Irlandês de 65 anos estava junto da Capelinha quando sofreu uma paragem cardíaca fatal.
Isabel Jordão 10 de Outubro de 2014 às 02:19
O peregrino irlandês estava junto da Capelinha quando sucumbiu
O peregrino irlandês estava junto da Capelinha quando sucumbiu FOTO: João Santos

Um peregrino irlandês, de 65 anos, morreu no recinto do Santuário de Fátima, quando se rezava o terço na Capelinha das Aparições, anteontem à noite. Sofreu uma paragem cardiorrespiratória, sendo a morte confirmada no local por uma equipa médica do INEM. Mas um médico que estava presente denuncia que foi impedido de ajudar.

A equipa de socorristas dos Bombeiros Voluntários de Fátima chegou antes da equipa médica do INEM, quando a vítima já estava a receber manobras cardiorrespiratórias, ministradas por um vigilante do santuário que é bombeiro, contou ao CM o comandante da corporação, Gaspar Reis. À chegada da equipa médica do INEM, o óbito foi confirmado e o corpo removido para autópsia, no Instituto de Medicina Legal de Tomar.

Enquanto decorria o socorro, os peregrinos continuaram a rezar o terço, estando inscritos 25 grupos de vários países, nomeadamente quatro da Irlanda.

Quem não ficou indiferente foi o médico Ivan Faria, brasileiro, de férias em Fátima, que diz ter sido impedido de socorrer o malogrado peregrino por um vigilante do santuário.

"Cheguei para tentar ajudar, o guarda parou-me e falou que não tinha necessidade, já tinha um bombeiro a socorrer", contou Ivan Faria ao CM. O seu tio, José Maria Vieira, comerciante em Fátima, ficou "indignado com a situação".

Contactado pelo CM, o Santuário de Fátima "lamenta o sucedido" e garante que "foram feitos os procedimentos necessários neste tipo de situações".

Santuário de Fátima terço morre rezar
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)