Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Morreu agente da PSP que gerou onda de solidariedade

David Peixoto foi diagnosticado com Esclerose Lateral Amiotrófica. Tinha 40 anos.
Daniela Espírito Santo 9 de Fevereiro de 2017 às 13:54
David Peixoto tinha 40 anos
David Peixoto viajou até à Tailândia à procura de uma cura
David Peixoto tinha 40 anos
David Peixoto tinha 40 anos
David Peixoto tinha 40 anos
David Peixoto viajou até à Tailândia à procura de uma cura
David Peixoto tinha 40 anos
David Peixoto tinha 40 anos
David Peixoto tinha 40 anos
David Peixoto viajou até à Tailândia à procura de uma cura
David Peixoto tinha 40 anos
David Peixoto tinha 40 anos
Morreu David Peixoto, o agente da Polícia de Segurança Pública que tinha gerado uma onda de solidariedade para angariar fundos para tratar a Esclerose Lateral Amiotrófica de que sofria.

Acabou por falecer aos 40 anos.

Era agente da PSP no Comando Metropolitano do Porto, na Esquadra de Intervenção e Fiscalização, e serviu o país representando o Exército em missões da ONU e da NATO.

Chegou a ser condecorado tanto a nível nacional como internacional, antes de dedicar a sua vida à Segurança Interna, na PSP.

A doença foi-lhe diagnosticada em junho de 2016. O tipo de Esclerose Lateral Amiotrófica de que padecia era medular, uma forma onde a esperança média de vida raramente ultrapassa os cinco anos.

David Peixoto necessitou de tratamentos especializados, que levaram diversos ramos das forças de segurança nacionais a juntarem-se para reunirem donativos em corridas solidárias e outras iniciativas de angariação de fundos.

A próxima iniciativa em seu nome estava marcada para março, altura em que o grupo Forças de Segurança Unidas iria realizar um torneio de futebol solidário para angariar donativo em Vila do Conde.

O agente chegou mesmo a ir à Tailândia realizar tratamentos, mas acabou por sucumbir à doença.


Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)