Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Morto chamado para entrevista

Segurança Social informa filha que ia ser chamada para uma entrevista.
Paula Gonçalves 11 de Julho de 2017 às 01:30
Ana Sofia Pereira critica Segurança Social por atraso na resposta
Ana Sofia Pereira critica Segurança Social por atraso na resposta
Ana Sofia Pereira critica Segurança Social por atraso na resposta
Ana Sofia Pereira critica Segurança Social por atraso na resposta
Ana Sofia Pereira critica Segurança Social por atraso na resposta
Ana Sofia Pereira critica Segurança Social por atraso na resposta
Os serviços da Segurança Social responderam a um pedido de apoio para integração de um utente na Rede de Cuidados Continuados Integrados mais de um mês após a sua morte.

A filha Ana Sofia Pereira está revoltada. Diz que o óbito foi comunicado e a prová-lo "está o facto de lhe terem deixado de pagar a reforma".

Victor Pereira, que sofria de esclerose lateral amiotrófica (doença incapacitante e fatal), morreu a 10 de maio. A 21 de junho, a filha recebeu um email da Segurança Social a informá-la que o pai estava sinalizado para a Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados desde abril de 2017. Referia que seria contactada para a realização de entrevista.

"É revoltante. Estão a gozar. Ao fim de quase dois meses após a morte e de lhe deixarem de pagar a reforma, com que direito me fazem reviver tudo?", questiona.

Ao CM, a Segurança Social referiu que o processo foi instruído a 9 de maio. Após o óbito foi "arquivado", não se registando "qualquer outra ocorrência a partir dessa data".

Anteriormente, Ana Sofia Pereira tinha também solicitado o Complemento por Dependência, que foi indeferido.

A Segurança Social refere que, à data da verificação de incapacidade, Victor Pereira não reunia "as condições clínicas de atribuição".

A filha estranha a resposta, uma vez que "nunca o chamaram para uma junta médica".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)