Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Mulher prestes a dar à luz levada para hospital sem vaga no bloco de partos

Grávida estava com contrações a cada minuto e quatro dedos de dilatação.
Francisca Genésio 2 de Outubro de 2022 às 01:48
A carregar o vídeo ...
Mulher prestes a dar à luz levada para hospital sem vaga no bloco de partos
Uma grávida, de 32 anos, em trabalho de parto, foi transportada de ambulância para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, na sexta-feira, mas já depois de admitida teve de seguir para outra unidade, por falta de vagas no bloco de partos.

A mulher, residente em Casal de Cambra, Sintra, foi levada para o Hospital Amadora-Sintra - unidade da sua área de residência. A chamada telefónica, que dava conta de contrações a cada minuto e quatro dedos de dilatação, chegou ao Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) do INEM às 16h40. A mulher só deu entrada no Amadora-Sintra às 18h23 - 1h43 depois de ter ligado para o 112.

Ao CM, o Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, que integra o Santa Maria, lamenta a situação, mas esclarece que o CODU foi informado, atempadamente, da “ocupação integral do seu bloco de partos”. Já o INEM afirmou ao CM que o CODU “contactou o Hospital de Santa Maria para confirmar a disponibilidade para receber uma grávida”. Não diz qual foi a resposta e garante que só no hospital confirmou que não havia capacidade. A mãe e o filho, um menino, encontram-se bem.
Lisboa Hospital de Santa Maria INEM CODU Santa Maria saúde especialidades médicas
Ver comentários