Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Nobel: Barroso diz que prémio é um reconhecimento

"Estamos encantados por Malala", disse o presidente da Comissão Europeia.
10 de Outubro de 2014 às 13:23
Sobre Kailash Satyarthi, Durão Barroso recordou que luta pelos direitos das crianças a nível global
Sobre Kailash Satyarthi, Durão Barroso recordou que luta pelos direitos das crianças a nível global FOTO: Peter Foley/EPA

O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, considerou que o Prémio Nobel da Paz atribuído a Malala Yousafzai e Kailash Satyarthi é um reconhecimento do direito das crianças à educação e da luta contra a pobreza.

"Estamos encantados por Malala, que lutou corajosamente pelos seus direitos e pagou um alto preço por algo que para nós é uma dado adquirido", disse José Manuel Durão Barroso, numa declaração conjunta com o presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy.

Sobre Kailash Satyarthi, Durão Barroso recordou que luta pelos direitos das crianças a nível global, estando particularmente focado no combate ao trabalho infantil, lembrando que a principal causa deste flagelo é a pobreza.

O líder do executivo comunitário adianta que "como principal doador mundial doador para a ajuda ao desenvolvimento, a União Europeia e os Estados-membros têm trabalhado constantamente para erradicar a pobreza".

Também o presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, felicitou os premiados, salientando que "a educação de todas as crianças é a chave para uma paz sustentável".

presidente da Comissão Europeia Prémio Nobel da Paz Malala Yousafzai Kailash Satyarthi
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)