Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Novo foco de coronavírus preocupa na Azambuja

70 casos de Covid-19 nos trabalhadores no entreposto da Sonae. Empresas da zona industrial também estão a fazer testes.
Rogério Chambel 22 de Maio de 2020 às 08:34
Armazéns de logística da Sonae na Azambuja abastecem vários supermercados na zona Centro e Sul do País
Armazéns de logística da Sonae na Azambuja abastecem vários supermercados na zona Centro e Sul do País FOTO: Lusa
A zona industrial de Azambuja é um dos focos mais recentes da pandemia de Covid-19 em Portugal, após 70 trabalhadores da Sonae MC testarem positivo. A empresa situa-se na mesma zona onde há duas semanas a Avipronto fechou portas durante alguns dias, com 129 casos positivos. Ou seja, quase 200 casos em apenas duas empresas.

"A situação é de preocupação, mas não é para alarme. Fora da zona industrial, na comunidade, há 44 casos, ou seja, não existe uma propagação descontrolada", diz o presidente da Câmara da Azambuja, Luís de Sousa, descartando a possibilidade de solicitar um cerco sanitário ao concelho.


Os trabalhadores da Sonae MC infetados estão todos "clinicamente bem", adiantou esta quinta-feira Graça Freitas, diretora-geral da Saúde. Trata-se de funcionários jovens, "pessoas deslocadas", que "vivem em alojamentos em conjunto", referiu.

Nos dois setores da Sonae MC em que foram registados casos de Covid-19 foram realizados, até agora, 339 testes. Naquela empresa trabalham cerca de 800 pessoas. Têm também sido feitos inquéritos epidemiológicos a famílias da zona. Outras empresas da plataforma logística têm feito testes aos trabalhadores. O Delegado de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, Mário Durval, diz que "existem trabalhadores que se contagiaram no seu local de origem".

A Sonae explicou que já implementou um conjunto de medidas, como o desfasamento dos horários dos turnos, a duplicação do número de autocarros próprios que transportam os trabalhadores até ao armazém, medição da temperatura, entrega de máscaras, higienização das instalações e dos veículos de transporte de mercadorias.

Os armazéns de logística da Sonae na Azambuja abastecem vários supermercados na zona Centro e Sul do País.

Vigilância reforçada na estação de comboios
A GNR reforçou a vigilância nas saídas dos comboios na estação do Espadanal (Azambuja), que serve a plataforma logística, para evitar aglomerações de passageiros. Após reunião com várias entidades, concluiu-se que o principal problema não estava na viagem de comboio, mas sim na estação, à saída.

PORMENORES
8500 trabalhadores
A zona industrial da Azambuja é um polo logístico de empresas de distribuição e de indústria alimentar, com 230 empresas e cerca de 8500 trabalhadores.

CGTP alerta
A CGTP realizou esta quarta-feira uma ação na Azambuja. Defende que os trabalhadores que voltam à atividade precisam que lhes sejam garantidas condições de saúde e segurança nas empresas e transportes.

Mais informação sobre coronavírus AQUI.

MAPA da situação em Portugal e no Mundo.

SAIBA como colocar e retirar máscara e luvas.

APRENDA a fazer a sua máscara em casa.

CUIDADOS a ter quando recebe uma encomenda em casa.

DÚVIDAS sobre coronavírus respondidas por um médico

Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)